Thursday, April 10, 2014

[há dias assim] cansativos, mas tão bons

Continuamos a nossa semana de férias em casa. Passamos o dia de pijama, a brincar e a fazer actividades preparadas aqui pela idiota. Esta cria cansa mesmo muito! Não percebo como tem energia das 8:30 às 22:30 (horário alargado de férias). Eu ando praqui quase a rastejar e ele fresco como uma alface. O dia começa cedo, normalmente com bonecos na televisão ou no computador, enquanto toma o pequeno almoço. Seguem-se as actividades lúdicas, tipo pintar ou fazer puzzles que duram algum tempo. Às vezes só dou conta que tenho que ir fazer o almoço já em cima das 13:00. Confesso que me sabia bem se ele brincasse uma horinha sozinho sem me chamar, mas isso é impossível. A não ser que esteja a fazer muita asneirada, mas normalmente a asneirada é feita com sons altos e gritos e gargalhadas. Esta coisa de ser mãe não é fácil, mas eu sinto-me mesmo bem nesta posição. Não me importaria de ser uma stay-at-home mum se não me fizesse falta um ordenado. Claro que a escola faz bem, e eles aprendem muito e brincam com outras crianças. É giríssimo ver o que vão aprendendo, mesmo só quando estão a prestar atenção à maneira como alguém desenha. É no duche que ele gosta de me mostrar todas as letras que sabe. Desenha-as no vidro, e fá-lo muito bem. No outro dia estava excitadissimo por saber fazer um ponto de interrogação. Fizemos também uns coelhos de Páscoa com rolos de papel higiénico. Ficou feliz e andou a brincar com eles. Ele gosta mesmo destas coisas, como a mãe. Mas não sou fanática das artes. Acho que há tempo para tudo. Na terça feira fomos ver o rio. Ele diz que gosta muito da paisagem e ficou a admirar a água, os peixes e os barcos. É uma criança muito observadora. Também há tempo de jogar consola aos bocadinhos, ou fazer lutas de beijos (as únicas lutas que gosto de incentivar). É pena o tempo estar xoxo. Ontem saímos para ir ao parque e começou a chover. Ainda há muitas actividades para experimentarmos e coisas para aprendermos. É incrível que se porte muito melhor quando estamos sozinhos. Quando o R. grande chega, parece que passou cá um furacão. Tenho cá para mim que é uma questão de chamar a atenção. Vamos continuar as nossas férias, provavelmente vamos até prolongar mais uma semana sim, o que me deixa super feliz. Os dias são cansativos. Muito mesmo. Depois de o pôr na cama, começo a ficar com os olhos pesadíssimos. Mas sabe tão bem.

Talvez o próximo projecto?


Aquele beijo,
*muah*
Ana