Saturday, February 6, 2016

[há dias assim] inveja (da boa!)

Sim! Foi isso que senti quando vi uma foto no Facebook. Eu explico já!

Quando andávamos na escola preparatória, muito provavelmente, todos tivemos aquele ou aquela colega (ou colegas) que era conotado como companhia menos boa. Sei lá, que não devíamos andar muito com ele, diziam os pais e os professores. Infelizmente para mim, tinha um fraquinho por ele e cheguei a ser expulsa da sala por causa dele, mas adiante.
Esse rapaz tinha um grupo de amigos, tal como eu! Os amigos dele eram, supostamente e tal como ele, companhias menos boas, diziam também os pais e professores.
Hoje somos amigos no Facebook, publicamos no mural um do outro 1 vez por ano, quando um de nós faz anos, e comentamos muito ocasionalmente fotos dos nossos filhos. Ele emigrou, não sei à quanto tempo nem porquê, mas não interessa para a conversa. Ele veio a Portugal de férias. Ele e os amigos da preparatória fizeram um jantar. Eram imensos. Conheci as caras da maioria, dessa época em que frequentávamos o 7º, 8º e 9º ano. Ele, que vive fora do país, conseguiu vir a Portugal e juntar-se com os amigos todos de à tantos anos (e que quanto sigo no facebook continuam amigos, não se juntam só para jantares!). Tive inveja! Da boa, porque acho fantástico que a amizade continue por tantos anos.
Vivo em Portugal, tal como a maioria dos meus colegas dessa altura. Por perto (mesmo perto) mantenho 2 pessoas dessa época. Uns outros quantos com quem ainda mantenho contacto. Mas conseguir organizar um jantar com o grupo todo é uma coisa praticamente impossível (fizemos um jantar à uns 3 anos, e éramos no máximo 10). Portanto, por aqui, fazemos jantares a 3 e mesmo esses são cada vez mais raros.



Conversa que não interessa a ninguém, eu sei. Mas pelos vistos as más companhias sabem o que é amizade a sério. E as boas... bem as boas talvez nem tanto.


Aquele beijo,
*muah*
Ana