Wednesday, August 20, 2014

[há dias assim] volta...

Nunca fui a menina do papá. Não sou a menina da mamã. Era assumidamente a menina do avô. Mas isto não significa que os meus pais não gostassem de mim. Sei que sim. O meu pai dava tudo por nós. Por mim, pelo meu irmão, pela minha mãe e pelo meu filho. Foram apenas 6 meses de convivência avô-neto mas sempre que ia às compras, voltava com qualquer coisa para o neto. Fosse fraldas, leite ou roupa. Nunca deixaria que nada nos faltasse.

Hoje acordei com lágrimas nos olhos. Passaram 4 anos. Foi à quatro anos que o meu pai partiu sem autorização. Abandonou-nos sem ele próprio querer fazê-lo. Aquela maldita doença levou-o demasiado cedo. Foi à quatro anos que vivi o pior dia da minha vida. Algo para o qual nunca ninguém está preparado. Eu não estava. Tenho tantas saudades. Se eu pudesse voltar atrás, e o pudesse abraçar só mais uma vez e dizer-lhe o quanto o amo... Mas não posso e isso deixa-me triste. Acordei com lágrimas porque estas saudades estão cá todos os dias, mas hoje parece que doem mais. Magoam. Fazem-me chorar de dor. Eu só queria que ele voltasse...


Aquele beijo,
*muah*
Ana